Bebê diz que ouvia vozes, quando a mãe entra no seu quarto à noite ouve algo que a deixa apavorada

"Eu comecei a chorar ali mesmo, porque tudo começou a fazer sentido".

Rachel De Castro

As babás eletrônicas são usadas para monitorar o bebê quando você não está por perto. Ela dá uma sensação de controle e segurança para os pais com relação ao seu bebê. Mas a experiência que essa mãe teve foi o oposto disso.

Segundo reportagem do CBS New York, a mãe que não quis ser identificada, ouviu vozes masculinas no quarto do seu filho de 3 anos e quando entrou ouviu: “Acorde menininho, o papai está procurando por você.” O pai disse que no momento que a mãe estava indo ao quarto, ele ouviu a voz dizer “Olha, alguém está vindo.”

O menino de 3 anos já havia dito aos pais que estava com medo do homem que falava com ele no quarto.

“Eu comecei a chorar ali mesmo, porque tudo começou a fazer sentido”, disse a mãe.

Outro caso aconteceu em Ohio, nos Estados Unidos, o pai, Adam, pegou o celular para ver seu bebê de 10 meses pelo monitor, viu que a câmera estava se mexendo sozinha e ouviu uma voz gritando “Acorde, bebê, acorde!”. Quando ele chegou no quarto, a câmera apontou diretamente para ele.

Advertisement

“E então a voz começou a gritar comigo”, disse Adam em entrevista para Fox19. “Gritar coisas ruins e obscenas. Então, eu tirei a câmera da tomada.”

Outra mãe afirma que estava colocando seu bebê para dormir quando percebeu que a câmera estava seguindo todos os seus movimentos.

Fique alerta

Essas histórias são assustadoras, mas servem de alerta para muitos pais. Mesmo se os pais não ouvem vozes, eles devem tomar cuidado porque alguém pode estar assistindo seu filho silenciosamente.

As babás eletrônicas são ótimos aparelhos para monitorar os filhos, mas assim como os pais podem ver e falar com seus filhos por elas, pessoas mal-intencionadas também podem.

Muitas babás eletrônicas com câmera conectam à internet o que facilita a entrada de algum hacker.

Advertisement

Como proteger seu filho

Há algumas formas de prevenir esses ataques. Muitos monitores são acessados facilmente porque os pais não colocam senha alguma e não atualizam o sistema da babá eletrônica com frequência.

1. Compre um monitor seguro

Um dos fabricantes de babá eletrônica oferecia monitores que não precisam de senha para acessar. Por isso, escolha uma marca que lhe dará segurança.

2. Mude a senha frequentemente

Evite colocar senhas que podem ser facilmente descobertas (como “1234” ou “senha”).

3. Faça a atualização

Muitas companhias disponibilizam atualizações do sistema de babá eletrônica. Essas atualizações normalmente vêm com melhorias na segurança.

“Fazer a atualização é extremamente importante, especialmente se os aparelhos foram comprados há mais de 6 meses”, afirma Foscam. “No caso do menino de 3 anos, o modelo já tinha 3 anos e precisava de uma atualização no sistema.”

Advertisement

4. Instale antivírus nos computadores

Como a câmera está ligada à internet, também é importante proteger os computares da casa.

Toma un momento para compartir ...

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.