Bebê começou a babar e entortar a boca e as mãos, foi quando a mãe percebeu que o perigo estava dentro de casa

"Foi muito rápido. Logo que a gente viu, ela começou a vomitar, chorar, entortar a boca. Foi um susto."

Erika Strassburger

No último dia 15, Juliana Visolli, de Diamantino, Mato Grosso, postou no Facebook um alerta de extrema importância para pais e cuidadores de crianças, especialmente das que ainda estão na fase de levar tudo à boca.

Segundo notícia veiculada neste site, no dia 11 deste mês, sua filhinha de 2 anos começou a passar mal depois de colocar a planta da espécie Zamioculcas zamiifolia na boca. “A gente estava na casa de um colega. Foi muito rápido. Logo que a gente viu, ela começou a vomitar, chorar, entortar a boca. Foi um susto”, conta a mãe.

Eles imediatamente levaram-na para o pronto atendimento da cidade onde moram, onde fizeram uma lavagem estomacal e lhe deram antialérgico. Em seguida, transferiram-na para a capital, Cuiabá, onde outros exames foram realizados. Por sorte, segundo a mãe, “constataram que não havia nada na corrente sanguínea”. Ainda assim, a planta causou feridas na boca e garganta da menina.

Preocupada que o mesmo acontecesse a outras crianças, Juliana resolveu deixar um alerta no Facebook. “Eu já tinha visto uma reportagem sobre esta planta. Às vezes, a gente não dá atenção. Eu postei para alertar, pois é algo que não quero para os outros. Depois que eu fiz a postagem, apareceram relatos (sobre intoxicação). Uma pessoa contou sobre um cachorro, da raça ‘pit bull’, que morreu após ingerir a planta”, contou.

Advertisement

Boa tarde pessoal… A Minha filha tem 2 aninhos ela mordeu essa planta ZAMIOCULCA… Ela começou a vomitar babar e…

Posted by Juliana Visolli on Tuesday, August 15, 2017

Conheça algumas plantas ornamentais que podem colocar a vida de crianças e animais em risco

Infelizmente, não é incomum casos de intoxicação como estes. Veja algumas plantas que você NÃO deve ter em casa se tiver crianças pequenas e animais:

Tinhorão (Caladiun bicolor)

É uma planta de folhas grandes, com duas ou mais cores e tonalidades de branco, verde, rosa ou vermelho. É também conhecida como caládio, tajá, taiá e coração-de-jesus.

Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia picta)

Copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica)

bom dia?? . . . . . . . #fotodeldia #time #Life #flowers #copodeleite #ilovnature #instanature #flores #bomdiaa #saopaulo

A post shared by Nil Santos (@nil_kalil) on

Advertisement

Costela-de-Adão (Monstera deliciosa)

#mostera #costeladeadao #nature #fotosintesis #amazing

A post shared by Ian Barcelos Guimarães (@iam.ian) on

Hera (Ficus pumila)

薜荔,攀附植物 豆花店種的,剛剛聽成霹靂@@ #ficuspumila

A post shared by LiYuan Wang (@liyuanw) on

Taioba-brava (Colocasia antiquorum Schott)

Essas plantas têm em comum o oxalato de cálcio como princípio.

O que pode acontecer se a criança ingerir essas plantas

Os sintomas são basicamente os mesmos, se qualquer delas for ingerida. A criança tem uma sensação de queimação, sente náusea e pode vomitar. Os lábios, a língua, a glote e a faringe incham, impedindo a passagem de ar, o que pode levar à morte por asfixia, caso a criança não seja socorrida a tempo.

Se houver contato com os olhos, pode ocorrer irritação, lacrimejamento, ferimentos na córnea e fotofobia. Qualquer contato com a pele e mucosa precisa ser evitado.

O que fazer em caso de intoxicação

A doutora em pediatria, Renata D. Waksman, dá algumas orientações importantes:

Advertisement
  • Se houve ingestão, é preciso verificar se ainda há resto da planta na boca da criança e removê-lo.

  • Em seguida, lavar a boca com água corrente.

  • Verificar se há vermelhidão ou inchaço na língua e garganta. Se houver, ligar para o pediatra ou ir imediatamente a um pronto socorro ou ao Centro de Assistência Toxicológica mais próximo.

  • Se o contato foi com a pele, lavar a região afetada com água corrente por cerca de 10 minutos.

  • Se houve contato com os olhos, fazer uma lavagem com os olhos abertos em água corrente, “de forma demorada e cuidadosa”.

    Advertisement
  • Ao levar a criança ao pronto socorro, levar junto uma amostra da planta.

JAMAIS provoque vômito na criança, a não ser que receba essa orientação de um pediatra ou outro profissional competente.

Se suspeitar que seu animalzinho comeu alguma planta tóxica, entrar em contato com o médico veterinário e seguir suas orientações.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.