4 hábitos comuns que podem fazer a pílula anticoncepcional falhar

A maioria das mulheres comete pelo menos um desses erros. Você faz algum deles?

Rachel De Castro

Pílulas anticoncepcionais são medicamentos orais que previnem a gravidez. As pílulas normalmente contêm hormônios sintéticos de estrogênio e progesterona. Segundo o site healthline, alguns tipos de pílulas anticoncepcionais previnem a ovulação e fazem com que o corpo crie uma camada mais grossa de muco cervical, que previne o esperma de alcançar o útero.

A pílula anticoncepcional é um método bastante seguro e eficaz, mas alguns hábitos podem diminuir sua eficácia. Aqui estão alguns deles:

1. Esquecer de tomar a pílula

A pílula anticoncepcional é eficaz se tomada corretamente, então se você esquece de tomá-la frequentemente, esse método pode não ser ideal para você.

“O principal motivo que a pílula anticoncepcional falha é porque a mulher não está tomando diariamente”, disse o ginecologista Fahimed Sasan.

Esquecer de tomar uma pílula não significa que você ficará grávida, mas aumentam as chances, especialmente se é a primeira pílula ativa da cartela.

Advertisement

“Para a maioria das pílulas, se você está no meio ou no final da cartela, a pílula pode não falhar, mas se você está numa nova cartela e esquece de tomar a primeira pílula da cartela, isso pode ser um problema”, explica o ginecologista Nikki B. Zite, professor na Universidade de Medicina Tennessee.

Se você esqueceu de tomar a pílula por mais de 2 dias, os seus níveis hormonais serão interrompidos, o que diminui muito sua eficácia. Então, fale com seu médico.

2. Não tomar a pílula no mesmo horário todos os dias

Se você toma pílulas que contêm apenas progesterona, é ideal tomar a pílula no mesmo horário todos os dias. Segundo a ginecologista Susan E. Pesci ao Business Insider, se a mulher toma a pílula de progesterona 3 horas atrasado, ela precisará de outro método anticoncepcional.

Se você toma a pílula com progesterona e estrogênio, não tem tanto problema atrasar um pouco. Mas a Dr. Pesci explica que é sempre melhor tomar no mesmo horário, assim a mulher já cria esse hábito e não esquece.

3. Usar outros medicamentos

Foi comprovado que dois tipos de antibióticos podem fazer a pílula menos eficaz, que são o rifampin e o rifabutin. Mas esses antibióticos são raramente usados.

Advertisement

Alguns medicamentos para transtorno bipolar, epilepsia, HIV e fungos podem fazer com que a pílula se torne menos eficaz. Por isso você deve informar seu médico todos os medicamentos que você toma.

4. Ignorar problemas digestivos

Não ignore se você está com problemas digestivos. As pílulas são tomadas oralmente, então elas precisam de tempo para ser metabolizadas. Segundo o Business Insider, se você teve diarreia ou vomitou logo após tomar a pílula, é provável que você esteja desprotegida.

A pílula precisa de 4 a 6 horas para ser metabolizada. “Toda vez que você tem um problema digestivo, você terá problemas de má absorção”, explica a ginecologista Pesci. “Isso também pode diminuir a eficácia da pílula.”

Toma un momento para compartir ...

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.