17 dicas de como encorajar a ligação entre irmãos

? Dicas que você precisa colocar em prática para encorajar a amizade entre irmãos.

Erika Strassburger

Alguns irmãos se relacionam bem sem fazer grandes esforços. As brigas entre eles surgem somente de vez em quando. Outros, porém, contendem com frequência. Apesar de a rivalidade ser algo bastante comum entre irmãos, os pais não podem fazer “vista grossa” a esse comportamento. Eles não só podem minimizá-lo como devem empenhar-se em fazê-lo, caso queiram o bem da sua prole.

A forma como os irmãos se relacionam depende de vários fatores:

  • O tratamento que os pais dão a cada um deles.

  • O modo como o casal se trata mutuamente.

  • A idade de cada um.

    Advertisement
  • A personalidade de cada um.

  • Seus interesses, entre outros.

Irmãos que passam a infância disputando entre si, sem interferência dos pais, acabam levando a rivalidade para a adolescência e para a vida adulta. Graças a isso, eles acabam tendo sérios problemas na vida. Prejudicam a si mesmos e o restante da família.

Entenda o que leva as crianças a disputarem entre si e os erros mais comuns que os pais cometem que acabam intensificando a rivalidade entre eles, lendo os artigos Como lidar com as rivalidades entre os irmãos e Como lidar com o ciúme do irmão em relação ao novo bebê.

É seu dever, como pai ou mãe, não somente intervir a fim de minimizar os conflitos entre seus filhos, como encorajar um relacionamento sadio, com laços de amor e de amizade. Veja 17 dicas que vão ajudá-lo nessa missão:

Advertisement

1. Não force a amizade entre seus filhos

Dê-lhes várias oportunidades (como as que sugeridas do item 6 em diante) para que a amizade surja naturalmente.

2. Dê amor, carinho e atenção a eles igualmente

O tratamento diferenciado provoca ciúmes, faz com que eles próprios se tratem com desigualdade, e contribui para a aspereza no tratamento dos irmãos para com o filho “preferido”.

3. Não os puna fisicamente

Quando os pais batem nos filhos para castigá-los, a tendência é que os filhos usem de agressividade para resolver suas diferenças.

4. Use uma linguagem mansa e respeitosa para com todos os membros da família

Quando os pais gritam, xingam ou são grosseiros no tratamento entre o casal e para com os filhos, estes tendem a copiá-los ao tratarem-se mutuamente.

5. Distribua as tarefas igualmente entre eles,

observando a capacidade de cada um para executá-la. Ou seja, as crianças menores e as que têm limitações, fazem coisas mais fáceis. O ideal é que trabalhem todos ao mesmo tempo, para evitar reclamações.

Advertisement

6. Incentive-os a brincar juntos

Ao presenteá-los, dê preferência a brinquedos ou jogos com que todos possam brincar juntos. Incentive-os a brincar no quintal, a correr, pular e fazer atividades que necessitem de vários participantes.

7. Incentive-os a trabalhar juntos num mesmo projeto,

como fazer um bolo, dar banho no cachorro, limpar o pátio, fazer uma horta, plantar flores, etc. Eles podem trabalhar também em benefício de outras pessoas. Ao servir ao próximo, eles experimentarão sentimentos maravilhosos e inesquecíveis.

8. Crie oportunidade para que uns irmãos sirvam aos outros

Quando eles trabalham em benefício uns dos outros, eles começam a desenvolver ou aprimorar sentimentos como gratidão, compaixão e altruísmo.

9. Incentive o perdão

Tão logo quanto possível, incentive-os a perdoarem uma ofensa. O perdão é essencial em qualquer relacionamento. Quando incentivado desde cedo, ele acaba se tornando uma atitude espontânea, que trará benefícios imensuráveis ao longo da vida.

10. Ensine-os a compartilhar

O egoísmo é algo bastante comum entre as crianças. Mas pode ser minimizado, quando eles são incentivados a compartilhar. Incentive-os a compartilhar os brinquedos, o mesmo quarto, um pedaço de bolo, as roupas, etc.

Advertisement

11. Ajude-os a entender e tolerar as suas diferenças

Ao notarem que é comum que as pessoas sejam diferentes, ele se tornarão mais maleáveis e dispostos a conviver tranquilamente, apesar das desigualdades.

12. Reserve uma noite por semana para brincadeiras em família

Quando os pais brincam com eles, eles mostram pelo exemplo como é interessante e divertido fazer coisas juntos.

13. Encoraje-os a expressar seus bons sentimentos em relação aos irmãos

Ao externarem o que sentem, através de um abraço, de uma declaração verbal, de um bilhete, os sentimentos tornam-se concretos. Eles sentem-se queridos, amados e mais dispostos a retribuir tais sentimentos.

14. Incentive-os a servir de exemplo uns para os outros

Ao desejarem ser bons exemplos, eles estão valorizando o que os irmãos pensam a seu respeito e mostram que se preocupam com o bem-estar deles.

15. Incentive-os a ensinar uns aos outros

Ensinar a amarrar os cadarços, a pintar dentro dos limites do desenho, a fazer dobraduras, as regras de um jogo, etc. Ao ensinar seus irmãos, eles se sentirão mais maduros e responsáveis.

Advertisement

16. Dê-lhes a incumbência de se protegerem mutuamente

Por exemplo: o irmão maior pode tirar um objeto perigoso da mão do irmãozinho; podem chamar um adulto, numa situação preocupante; podem avisar os professores quando seu irmão mais novo ou mais velho está sendo ameaçado por valentões; mesmo que a mãe esteja junto, pode segurar na mão do irmão menor para atravessar uma rua.

17. Incentive-os a respeitar o espaço e os pertences uns dos outros

É um dos maiores motivos de briga entre irmãos, especialmente entre os maiores. Mesmo que eles tenham aprendido a compartilhar, eles precisam de limites.

Colocar em prática as sugestões acima pode não ser uma tarefa fácil. E pode levar algum tempo. No entanto, com muito empenho e paciência, muita coisa pode ser feita. E os resultados serão surpreendentes. Seus filhos tornar-se-ão mais amigos e desejarão estar mais uns com os outros – talvez até mais do que desejariam estar com seus amigos de fora. E com as mudanças virá uma grande lição: ninguém deve ser mais importante na nossa vida do que os membros da nossa própria família.

Leia também Como cultivar a amizade entre seus filhos.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.