10 coisas que você não deve dizer a sua esposa depois de ela ter um bebê

Leia este artigo e descubra o que se passa na mente e no corpo de uma mulher que acabou de ter um filho.

Erika Strassburger

Quando o bebê nasce, a mulher passa por várias mudanças físicas e psicológicas: flacidez, inchaço, alterações hormonais, cansaço excessivo, medos, insegurança, entre outras. Algumas dessas mudanças são permanentes, a maioria, porém, é transitória.

Muitos maridos ficam bastante incomodados por sua mulher estar “tão diferente”. Se você é um deles, saiba que sua paciência, carinho e compreensão farão toda a diferença, contribuindo para que a sua mulher se sinta segura e confortada, e para que tudo volte aos eixos o quanto antes.

Veja algumas coisas que você deve evitar dizer ou perguntar nesse período tão delicado:

1 – “Essa quarentena não acaba nunca?”

Amigo, a quarentena pós-parto ou puerpério, é o tempo que o corpo dela necessita para voltar ao normal. O útero (aumentado em cerca de 20 vezes) desincha, o local onde estava a placenta cicatriza e o corte da cesárea ou da episiotomia – caso tenha sido feita – cicatriza. Ela sente dor, cólica e mal-estar nesse período. Pense um pouco mais nela e tente domar seus instintos.

2 – “Será que sua barriga vai ficar assim?”

Como está agora, provavelmente não, mas vai ficar diferente ou bem diferente do que era, principalmente se ela passou por uma cesárea. Você não vai amá-la menos por isso, vai?

Advertisement

3 – “Você está sempre cansada!”

Imagina o que é ter um bebê sugando o leite e as energias, noite e dia! E quando as cólicas chegam, então? Como relaxar e dormir com o bebê se esgoelando? E as refeições para preparar, a casa e as roupas para cuidar? Um homem teria enfartado na primeira semana. Sua mulher tem direito de, pelo menos, se sentir cansada.

4 – “Você não larga esse bebê!”

Não é bem assim, pelo menos nem sempre. É o bebê que não desgruda dela. Você acha que ela não daria tudo para o bebê dormir, pelo menos, umas 5 horas direto? Então, segura as pontas aí, amigo! Dentro de 6 meses as coisas vão melhorar!

5 – “Você não gosta mais daquilo?”

Talvez você não saiba, mas a libido das mulheres diminui depois do parto. O cansaço excessivo, as alterações hormonais e, muitas vezes, a dor durante o ato sexual vão deixar o sexo lá no final da lista de prioridades da sua mulher.

6 – “Vai usar sutiã de ferro, agora?”

Muitas mulheres passam a considerar seus seios sagrados quando estão amamentando. “Não toque neles, por favor!”, ela deve pensar muitas vezes quando você está se aproximando. Mas isso vai passar, não se preocupe.

7 – “O almoço ainda não está pronto?”

Seja sensível, por favor! Talvez ela tenha pegado no sono e acabou perdendo a hora. Ela provavelmente vai deixar de fazer algumas outras coisas porque está sobrecarregada e cansada. Em vez de queixar-se, ajude-a. Aliás, ajudar nas tarefas e relevar pequenos esquecimentos é a atitude básica de qualquer bom marido.

Advertisement

8 – “Você só quer ser mãe agora! O que você fez com a minha mulher?”

Essa é uma realidade, principalmente nos primeiro meses depois do parto. Até a mulher se dar conta de que ela pode ser mãe e mulher ao mesmo tempo leva um tempinho. Mas ela vai cair em si, seja paciente com ela.

9 – “Você não é mais a mesma!”

Óbvio que não, agora ela é mãe! Ela precisa se preocupar com alguém que depende 100% dela. Ela ri à toa, chora à toa, sofre nem tão à toa assim e fica insegura em relação ao seu desempenho como mãe. É assim mesmo que funciona. E isso também passa!

10 – “Você só chora!!!”

É um motivo de preocupação! Sua mulher pode estar com Depressão pós-parto. Em vez de queixar-se, corra em busca de ajuda. O artigo abaixo poderá ajudar:

Ao dar à luz, a mãe não traz somente uma criança ao mundo, traz, também, de dentro de si sentimentos e sensações que ela nem imaginava existirem. Ela ainda não sabe, mas é capaz de dar conta de todos os sentimentos e responsabilidades inerentes à maternidade. Ela só precisa de um tempinho para se acostumar com tudo isso.

Enquanto isso, faça a sua parte, sendo compreensivo, companheiro, carinhoso – dentro do limite para ela não pensar que você está com segundas intenções – e dividindo as tarefas com ela. Se você se sentir isolado, como se ela e o filho estivessem de um lado e você de outro, diga a ela como se sente. Na maioria das vezes a mulher não se dá conta de que está deixando o marido de lado. Ela não faz isso por mal.

Advertisement

O artigo abaixo também poderá ajudar:

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.